Dicas para crescer em 2019

Share Button

O ano começou e as empresas já estão colocando em prática o planejamento de 2019 em busca das metas projetadas para o ano (e para o mês). A intenção é aproveitar o otimismo e ampliar os negócios. Para isso, algumas dicas para crescer vem para ajudar, certo?

É fato que a economia vive um período de animação. As últimas notícias são de que os índices da Bolsa de SP batem recordes seguidamente. Apesar das previsões moderadas de crescimento do país, de 2% a 3% segundo os institutos mais reconhecidos, os investidores estrangeiros começaram o ano empolgados com as novidades do novo governo. E que continue assim.

Mas como fazer para surfar na frente dessa maré de grandes perspectivas? No mundo dos negócios, não basta fazer o de sempre para conquistar mais mercado. É preciso inovar nas ações para crescer. Por isso, preparamos algumas dicas simples para conquistar o crescimento estável nesse novo ano, que aparentemente, começa promissor.

Dicas para crescer

Para crescer, você deve ser certeiro

A primeira dica é simples, porém nem sempre aplicada. Conhecer o mercado é essencial para a sobrevivência e expansão do negócio. Por isso, para conquistar novos clientes é primordial entender onde você se encaixa no universo:

  • Quem são os seus concorrentes diretos
  • Como você se diferencia deles
  • Que tipo de cliente você quer atender
  • Como está a sua imagem para esses “clientes foco”

Para ser mais específico, dar tiros no escuro quer dizer prospectar todas as empresas que aparecem, sem definir um tipo de empresa. É necessário escapar da armadilha do “um dia podem precisar de mim.” Esse é o modelo antigo. Hoje em dia, existem ferramentas suficientes para conhecer uma empresa antes do primeiro contato e, assim, saber se aquela empresa precisa da sua solução e se está alinhada ao seu modelo de negócio, que envolve estrutura, custos e objetivos. Então, escolha um alvo e ataque, sem gastar munição à toa.

Para crescer, você precisa saber qual o perfil do seu cliente ideal

Na mesma linha de não buscar o cliente errado, a empresa deve ter um perfil específico como foco. Comece entendendo quem é seu cliente ideal:

  • Tamanho da empresa
  • Estrutura interna
  • Quanto a operação precisa de você
  • É ideal atender um segmento específico?

A partir daí, fica mais fácil buscar empresas similares e listar os prospects ideais. Esse planejamento deve ser feito com o responsável pelas vendas. E envolve muita pesquisa e foco. Quando você entende quem é seu cliente, você sabe onde e como encontrá-lo, facilitando no planejamento de marketing e vendas.

Foque no crescimento

O mito das resoluções de ano novo é real. Janeiro é o mês oficial da mudança, mas logo chega o carnaval. Por isso, desenhe uma estratégia de crescimento que funcione constantemente. Máquina de vendas, growth hacking, ou qualquer outra metodologia pode ajudar. Porém, o importante é ter um responsável pelo crescimento da empresa. Uma pessoa que saiba o que está sendo feito com esse objetivo e não deixe as ações pararem por conta de uma demanda maior de projetos, por exemplo.

As ações focadas em crescimento devem ser frequentes e contínuas. Quando se começa um projeto de inbound marketing, por exemplo, o objetivo é tornar a companhia uma referência de conhecimento no mercado em que atua. Por isso são feitos planos de trabalho mais longos de 6, 12 ou até 18 meses. Todas as ações são orquestradas de acordo com o impacto que é gerado nos prospects. Se esse trabalho é interrompido, meses de trabalho podem ser jogados fora. Por isso, focar no crescimento economiza dinheiro e gera resultado efetivo.

Essas duas coisas nunca saem de moda quando o assunto é crescer nos negócios

Para finalizar, quando falamos em crescimento, dois pontos precisam estar sempre presentes. Os mercados crescem a cada dia. Empresas buscam incessantemente renovar a forma de fazer negócios. A sua empresa não pode ser a única parada no tempo.

Daí o primeiro ponto indispensável para o crescimento: INOVAÇÃO. Negócios não crescem sem repensar cada detalhe. As pessoas devem estar no centro desses novos modelos para acessarem uma boa experiência. Então, se você não pensa em inovar, ou, ao menos REnovar, o crescimento vai ficar mais distante.

O segundo ponto indispensável para o crescimento é um dos mais antigos dos negócios: Networking. Quando falamos em empresas B2B, o networking permite conhecer melhor o mercado e os clientes. Apesar da internet, alguns detalhes são percebidos apenas em uma conversa pessoal. Por isso, invista em buscar novos leads, mas não esqueça de aproximar o relacionamento.

Evolução e crescimento nos negócios não são ciências exatas, por isso é preciso estar atento às mudanças de cenário e ajustar os ponteiros da sua operação rapidamente. Acompanhar as novidades também é mandatório para quem foca em crescer. Se você se interessa por esse assunto, acompanhe também esse artigo sobre growth hacking para conhecer essa metodologia.

Share Button

Mais sobre marketing digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *