Como vender pelo Facebook e em outras redes sociais

Share Button

As redes sociais já são ferramentas indispensáveis no marketing digital. No mundo dos negócios, executivos já entenderam que vender pelo facebook é o caminho para alcançar o público consumidor em cheio, afinal, são mais de 2.8 bilhões de pessoas utilizando o Facebook, a maior rede social do mundo.

Segundo a mesma pesquisa, Social Trends 2017, 78% das empresas utilizam redes sociais em sua estratégia de marketing digital. A dificuldade, no entanto, é medir os resultados desse trabalho. O trabalho de conteúdo em social media está diretamente ligado a dois fatores: captação de leads e divulgação da marca. Mas como otimizar a atuação nesse canal tão importante, já que sabemos que há público engajado, mas também há uma grande concorrência pela atenção dele?

A resposta é fácil, mas não tão simples: entender o funcionamento de cada rede social e a qual público ela se aplica. Complicou, né! Vamos parar e explicar melhor:

Como funciona a timeline das principais redes sociais

Em 2016 o Instagram (IG) passou a seguir a tendência que o Facebook criou em sua timeline: filtrar conteúdos por engajamento e interesse. Ou seja, em linhas gerais, quando postamos um conteúdo para os seguidores de uma fan page, ou perfil comercial no Instagram, ele aparece inicialmente para uma pequena amostra de seguidores. Caso essa amostra interaja bem com o conteúdo, aos poucos o sistema libera esse mesmo post para outros seguidores.

Fala-se que a quantidade inicial de seguidores que vêm a sua postagem é de 10%, número que, percebemos, vem caindo a cada ano. Porém, não se define bem o que é uma boa interação, ou seja, o ideal é criar conteúdo relevante para que o público se relacione de alguma forma: likes, comentários ou compartilhamentos, tudo vale.

Partindo desse princípio, os criadores das plataformas entendem que as publicações mais interessantes aparecem para um maior número de pessoas, tornando a timeline, não tão “timeline” assim. Explico: os posts não aparecem em ordem cronológica e sim em ordem de importância.

O problema que as empresas enfrentam para vender pelo Facebook

Os posts de páginas ou perfis corporativos sofrem com queda de engajamento constante nos posts. Se a amostra inicial de público diminui para cada post, diminui a chance de aumentar o engajamento, reduzindo consequentemente o público que visualiza aqueles conteúdos. É um círculo vicioso.

Existem algumas dicas para fugir desse círculo:

  • Posts de vídeos tem engajamento maior, historicamente.
  • Fazer no mínimo um post por dia, idealmente mais de dois, para que os conteúdos apareçam para mais pessoas.
  • Posts visuais aumentam a chance de engajamento.
  • Enquetes e perguntas no post são elementos que ajudam a interagir com o público.
  • Entenda o que o seu público quer ver e crie conteúdo relevante.

As táticas de atração de leads nas redes sociais

Como sempre defendemos, a estratégia de marketing digital deve ser abrangente, ou seja, incluir um objetivo único para todos os canais. Assim, os resultados são otimizados.

Existem diversas formas de captar visitas pelas redes sociais. A mais importante é conhecer o seu público e oferecer conteúdo interessante. Esse conteúdo deve estar completo em seu site ou blog que, por sua vez, devem estar preparados para receber essa visita e convertê-la em lead.

Ou seja, antes de criar um post completo e interessante, que vai ser postado em um blog corporativo bem desenvolvido, você precisa pensar em como vai captar os dados do seu visitante. Formulários de newsletter e oferta de conteúdos ricos são bons caminhos. Assim, você vai conhecer e acompanhar o relacionamento daquele lead com o seu site: Bingo! Agora você já saberá quais os interesses daquele lead específico.

Como alternativa, existem também as páginas personalizadas nas redes sociais, com formulário de captação e outros métodos que ajudam a otimizar as conversões. O importante é ter esse planejamento pronto antes de gastar tempo trabalhando em conteúdo.


Conteúdo relevante, conteúdo compartilhável, planejamento de conteúdo

Novamente, para vender pelo facebook ou outras redes sociais é importante entender quem é sua persona, ou o perfil de quem compra o seu produto ou serviço, para saber que tipo de conteúdo vai impactá-la. A partir daí, você deve ter um planejamento claro, com cronograma e definição de cada conteúdo a ser desenvolvido e publicado. Cada postagem deve ter um objetivo claro: engajar mais, conquistar seguidores, compartilhar. Nenhuma ação deve ser feita isoladamente, sem metas bem definidas.

Melhores práticas para vender pelo Facebook ou outras redes sociais

Cada rede social tem seu objetivo e um uso específico, o que define o comportamento do público. Nos perfis empresariais, a ferramenta de administração de cada plataforma possibilita aos gestores saberem os melhores horários para postar, os dados gerais do público atingido e outros números relevantes sobre visitas e engajamento.

Por isso, há de se avaliar qual rede social é mais relevante para o seu negócio e como se trabalhar nela, com o intuito de otimizar o trabalho de criação e publicação de conteúdo.

Dito isso, vamos às dicas que aprendemos com o uso diário dessas mídias:

  • Observe sempre o horário em que há maior engajamento entre o público e utilize a seu favor.
  • Impulsionamento de posts ajudam a ampliar a visualização dos conteúdos, vale ser usado estrategicamente.
  • Anúncios pagos devem ser bem segmentados para se obter resultados reais.
  • Varie o tipo do conteúdo para testar o interesse do seu público.
  • Analise os resultados de cada post.
  • Nunca deixe de testar: tipo de conteúdo e horário de publicação.
  • Teste mídias diferentes (imagens, texto, vídeos).
  • Instagram é uma rede social totalmente visual.
  • Linkedin é focado em negócios.
  • Facebook funciona bem para negócios B2C e cresce para negócios B2B.
  • Monitore, analise e repense sua estratégia constantemente.

O trabalho em redes sociais, assim como otimização de sites (SEO), depende do funcionamento de uma plataforma da qual não temos controle. Por isso, devemos controlar ao máximo o que depende do nosso desenvolvimento para que os objetivos sejam alcançados.

É muito importante ter uma presença digital estruturada, com site, blog, redes sociais e estratégia de e-mail marketing e mídia paga bem alinhadas. Assim, cada ação em canais diferentes, traz um retorno favorável, sem perder a chance de impactar corretamente ou de não converter um lead importante.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *